Pular para o conteúdo principal

Sentimentos...

Às vezes quando não estou querendo muito pensar, surgem pensamentos que me fazem entender a vida, ou pelo menos o que sempre acontece comigo. E são nessas horas em que finalmente entendo o conceito: "Tudo acontece por alguma razão." E se for parar pra pensar, é realmente assim. Com cada "não" que a vida nos presenteia, com cada "sim" que ouvimos, e principalmente, com cada rejeição de pessoas queridas, é que nos tornamos fortes ou nem isso. Você já se sentiu rejeitado por alguém? Vou mais além, alguém já feriu seus sentimentos por simples vontade de querer fazer isso? Uma pessoa passou pela minha vida e ficou durante quatro anos fazendo isso comigo. E vocês até podem me perguntar: "Como você deixou que isso acontecesse?", é muito simples. Eu não estava querendo enxergar. Era inocente e eu bloqueava todos os alertas que me levavam para uma direção oposta a da pessoa, eu ignorava. Achava que ela estava fazendo charme, que gostava de mim. Que boba, não?
Semana passada encontrei ele por um mero acaso do destino, quando percebi que era ele, esperava algum sentimento, alguma reação minha. Você conhece: borboletas no estômago, mãos suando, coração disparado. Espera até sentir raiva, mas não conseguia sentir nada. Acho que já passei do tempo de sentir todos esses sentimentos, passei a aceitar que ele estava fazendo um joguinho idiota comigo e que no final quem estava perdendo ali, era ele. Ele ficou me encarando por um bom tempo, fiquei sabendo depois. Não conseguia desgrudar os olhos. É, eu estou bem diferente do colegial, não? Isso aconteceu depois de você tanto brincar com meu coração, achando que ele sempre estaria disponível para você. Você poderia achar que eu não sabia que estava dando mole para minha melhor amiga, mas você não disfarçava, aliais, nenhum dos dois. E acho que essa foi a maior traição. Os dois saberem que eu tinha um sentimento e simplesmente pisaram nele, como se fosse pano de chão. Como se tudo o que eu sentisse, não tivesse valor algum. Para vocês, óbvio que não tinha mesmo. Desde aquela época, fechei meu coração, só duas pessoas conseguiram furar esse muro gigantesco ao qual meu coração está rodeado.
O primeiro, confesso, senti por ele amor verdadeiro. Aquele amor que é livre, que não faz nenhuma pressão e nem pede satisfação. Aquele amor que sentimos que era amor mesmo, mas é engraçado que eu sempre faço escolhas erradas, sempre deixo caras brincarem com meu coração. Sempre entrego meu coração para qualquer um, e isso é um erro terrível. Esse cara brincou comigo também, mas eu por incrível que pareça, não sinto raiva nenhuma dele. E olha que ele foi bem cachorro comigo. Mas acho que com cada tropeção que levei ao longo dessa pequena caminhada, acabei percebendo que alguns sentimentos serão eternos e outros passageiros. Percebi que sentir raiva, ódio, só irá fazer mal a mim mesma, só irá desgastar uma coisa tão linda que há dentro de mim. Por isso que eu não sinto raiva nenhuma dele, eu o deixei ir, sabendo que quem perdeu foi ele.
O segundo é complicado até para mim entender, mas foi tão forte que é quase impossível descrever. Foi aquele típico sentimento que bate, transforma seu coração, deixando ele sentir tudo de uma vez. É como se você estivesse em um furacão, mas um furacão que você sabe que ao final, irá sair melhor do que entrou. Foi isso que aconteceu com esse segundo. Ele transpassou as barreiras do meu coração com gentileza e sorrisos e quando foi embora, o sentimento que ficou foram exatamente os mesmos: gentileza e sorrisos. E ao descrever esse nosso momento, às vezes penso com carinho no que tínhamos e também no quanto sua próxima namorada será sortuda.
É engraçado depois de ver seu coração todo maltratado, se tenha sentimentos assim. Na verdade, não é não! Esse foi o momento em que soube apreciar dos dois relacionamentos que tive coisas boas e esquecer as ruins e esquecer que foi algo ruim, só levar o que foi bom, Você percebe que mudou a partir daí. 
Hoje meu coração tem a certeza que alguém vai aparecer na minha vida (ou já até pode ter aparecido) e me fará entender por antes não deu certo e porque tive que passar pelo que passei. Hoje meu coração está pronto para amar sem amarras e sem preocupação. Ele está pronto para entregar todos os sentimentos possíveis e bons que existem dentro de mim. A vida me ensinou que ter pressa nos faz procurar morada em coração que não nos pertencem. Uma vez minha mãe me disse a seguinte frase: "O que for para ser seu, será seu!". E é com essa certeza que vou esperar meu dia. Com um enorme balde de pipoca, bebidas e um seriado na TV.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Distância de alma

Eu queria você aqui.. me abraçando e me fazendo sorrir. Gostaria também que tudo desse certo para nós dois, que esse nosso jeito de ser, continuasse por anos... Que nossas conversas nunca terminassem.. Você sente a ligação com a pessoa, mas o mundo não te ajuda, com tantos problemas... Mundo, desacelera.. Gosto do seu sorriso, do seu jeito de ser verdadeiro e está ligando o foda-se para o que pensam... Gosto de imaginar o som da sua risada em meu ouvido e também de pensar que você pensa sacanagem quando estamos conversando... Que você fica com um sorriso bobo toda vez que recebe uma mensagem minha, como como eu fico.
Infelizmente, crio expectativas demais em pessoas que não são presentes na minha vida.. e torço tanto para que você não seja uma pessoa assim.. Ih, está vendo? Já criei essa tal expectativa sobre você... e será que é certo? Será que dará certo? Eu só gostaria que você desse sinais de que sim, de que vai para frente.. De que quando você sentir saudades de conversar comigo, …

Seja o seu melhor

Eu gosto de pensar como a vida é engraçada e sempre está mudando. Sempre estamos em fase de mudanças, algumas más e outras muito boas. Gosto de sempre pensar assim. Outro dia estava olhando meu horóscopo, porque sou sagitariana, e veio a seguinte frase: "Aproveite que hoje é o seu dia, sagitariana", e nesse dia aconteceram tantas coisas, que no final pensei: "Não era o meu dia coisíssima nenhuma!". E deixei de acreditar em horóscopo, pelo menos por enquanto. Ontem me deu saudade de ler algumas besteiras e resolvi pesquisar sobre o que ele iria dizer do meu dia. Dessa vez, acertou em cheio. Tive um dia turbulento, mas com surpresas agradáveis. Quão sensacional foi o meu dia, dei muita risada e permiti que meu coração fosse morada de alguém. É, isso também é estranho para mim, mas como eu disse, a vida é de mudanças.  Nesse primeiro semestre de 2017 o que mais tive certeza, foi que precisava de uma mudança na minha vida, pois ocorreram fatos que me fizeram mudar. 2017…

Não foi daquela vez.. e não será dessa.

E mais uma vez me pego pensando em nós dois, no que nós dois poderíamos ter sido se nenhum tivesse brincado com o coração do outro. Se tivéssemos assumido nossos compromissos e sentimentos, talvez teríamos dado certo.. hum.. será?  Hoje te vi na rua e percebi o quanto está mudado e eu também. Não sinto mais aquelas borboletas no estômago, que sentia toda vez que te via e minhas mãos também não ficam mais suadas... Não sinto nada, absolutamente nada.. Quando ouvia a famosa frase: "O contrário do amor não é ódio e sim indiferença", eu nunca conseguia entender. Como você não ia sentir ódio de uma pessoa que sempre pisou na bola com você, sempre soube dos seus sentimentos e mesmo assim massacrou seu coração? Eu não entendia. Hoje entendo. Entendo por que não sinto mais borboletas, pernas trêmulas e mãos suando. Foram as suas mancadas, facadas e desprezos que fizeram isso. Confesso que no começo, eu sentia muita raiva de você. Só de pensar no seu nome, já me vinha o famoso xingamen…