Pular para o conteúdo principal

Não foi daquela vez.. e não será dessa.



E mais uma vez me pego pensando em nós dois, no que nós dois poderíamos ter sido se nenhum tivesse brincado com o coração do outro. Se tivéssemos assumido nossos compromissos e sentimentos, talvez teríamos dado certo.. hum.. será? 
Hoje te vi na rua e percebi o quanto está mudado e eu também. Não sinto mais aquelas borboletas no estômago, que sentia toda vez que te via e minhas mãos também não ficam mais suadas... Não sinto nada, absolutamente nada.. Quando ouvia a famosa frase: "O contrário do amor não é ódio e sim indiferença", eu nunca conseguia entender. Como você não ia sentir ódio de uma pessoa que sempre pisou na bola com você, sempre soube dos seus sentimentos e mesmo assim massacrou seu coração? Eu não entendia. Hoje entendo. Entendo por que não sinto mais borboletas, pernas trêmulas e mãos suando. Foram as suas mancadas, facadas e desprezos que fizeram isso.
Confesso que no começo, eu sentia muita raiva de você. Só de pensar no seu nome, já me vinha o famoso xingamento: "filho..", mas agora? Agora nada mesmo.
Então nós podemos continuar nos encontrando nos mercados, bancos, ruas, que nada vai fazer voltar o que nunca foi. O que nunca tivemos. Tivemos nossas paqueras, trocas de olhares e tudo o mais, mas caramba, era só da minha parte. O sentimento era só meu, então sinto muito, não, não sinto! Sentir muito do quê? E para quem? Você nem isso vale, sabe? E essa é a verdade. Sinto muito nada por ter seguido em frente, ter encontrado outros amores, outras cores, outros cheiros.. Não sinto muito coisíssima nenhuma por ter te esquecido, de abrir mão do meu amor, pois ah, aquilo era amor, cara. E você não soube aproveitar. 
Hoje você está livre e eu também.. E os nossos caminhos se encontram, mas não desse jeito mais e de nenhum outro jeito..
Os nossos caminhos se cruzam única e exclusivamente para me lembrar que sempre se pode abrir mão do que não nos pertence e do que nos faz mal...
Então boa sorte aí!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Distância de alma

Eu queria você aqui.. me abraçando e me fazendo sorrir. Gostaria também que tudo desse certo para nós dois, que esse nosso jeito de ser, continuasse por anos... Que nossas conversas nunca terminassem.. Você sente a ligação com a pessoa, mas o mundo não te ajuda, com tantos problemas... Mundo, desacelera.. Gosto do seu sorriso, do seu jeito de ser verdadeiro e está ligando o foda-se para o que pensam... Gosto de imaginar o som da sua risada em meu ouvido e também de pensar que você pensa sacanagem quando estamos conversando... Que você fica com um sorriso bobo toda vez que recebe uma mensagem minha, como como eu fico.
Infelizmente, crio expectativas demais em pessoas que não são presentes na minha vida.. e torço tanto para que você não seja uma pessoa assim.. Ih, está vendo? Já criei essa tal expectativa sobre você... e será que é certo? Será que dará certo? Eu só gostaria que você desse sinais de que sim, de que vai para frente.. De que quando você sentir saudades de conversar comigo, …

Seja o seu melhor

Eu gosto de pensar como a vida é engraçada e sempre está mudando. Sempre estamos em fase de mudanças, algumas más e outras muito boas. Gosto de sempre pensar assim. Outro dia estava olhando meu horóscopo, porque sou sagitariana, e veio a seguinte frase: "Aproveite que hoje é o seu dia, sagitariana", e nesse dia aconteceram tantas coisas, que no final pensei: "Não era o meu dia coisíssima nenhuma!". E deixei de acreditar em horóscopo, pelo menos por enquanto. Ontem me deu saudade de ler algumas besteiras e resolvi pesquisar sobre o que ele iria dizer do meu dia. Dessa vez, acertou em cheio. Tive um dia turbulento, mas com surpresas agradáveis. Quão sensacional foi o meu dia, dei muita risada e permiti que meu coração fosse morada de alguém. É, isso também é estranho para mim, mas como eu disse, a vida é de mudanças.  Nesse primeiro semestre de 2017 o que mais tive certeza, foi que precisava de uma mudança na minha vida, pois ocorreram fatos que me fizeram mudar. 2017…